RESENHA: Olaf Apresenta

(Foto: Divulgação/Disney)

Nosso boneco de neve favorito voltou! Pois é, no dia 11 de novembro estreou no Disney Plus a série Olaf Apresenta, onde Olaf reconta histórias clássicas da Disney de um jeito único. Com cinco episódios de "quatro minutos", porque metade são créditos, e uma compilação, Olaf resume para nós histórias bem conhecidas do público como A Pequena Sereia, Moana, Rei Leão, Aladdin e Enrolados.

A ideia provavelmente surgiu a partir do filme Frozen 2, quando Olaf fez um resumo da história do primeiro filme para explicar aos aldeões do lugar como Elsa e sua turma chegaram ali. A forma dinâmica, muito bem humorada e com um toque de ironia arrancou gargalhadas de quem assistiu ao segundo filme, e ter um pouco mais desse lado contador de histórias do Olaf salvou minha vida.

Com a ajuda de Marshmallow (o monstro de gelo), o alce Sven e os bonequinhos de neve (de Frozen: Febre Congelante), Olaf, novamente dublado por Fábio Porchat, se monta e desmonta, enquanto interpreta vários personagens, e até muda de cor (ele ficou azul quando imitou o Gênio da lâmpada).

De longe o episódio de Enrolados foi o meu preferido porque senti que teve mais elementos de humor, (falando bonito pra não dizer que gaitei e chorei de rir com a interpretação dele). Eu fiquei assistindo em looping porque é tão rápido que terminava e eu ainda tava rindo de algo do começo. Desde os berros da Gothel até a imitação de José Bezerra fazendo a cara de charme (eu rio só de lembrar, cara), Olaf mostrou mais uma vez porque é um dos personagens animados mais queridos do público.

Teoria confirmada

Uma coisa que me chamou atenção, e de muita gente logo de cara também, no episódio de Enrolados, foi o Olaf ter confirmado uma teoria que há muito tempo está entre nós. No primeiro filme Frozen, na cena em que Anna está cantando “Por Uma Vez na Eternidade” na ponte que leva à entrada do castelo, vemos rapidamente o que parece ser a Rapunzel do filme Enrolados com o cabelo escuro e curto (igual ao que ficou no final do filme). Várias teorias surgiram sobre qual seria a ligação da família real de Arendelle com o reino de Corona (que nome hein). Bem, ainda não sabemos exatamente como esses dois mundos se encontraram, mas logo na abertura do episódio Olaf diz: “A história de uma amiga minha que é bem próxima”. Bom, se alguém ainda tinha alguma dúvida de que era a Rapunzel visitando o castelo em Arendelle, agora não tem mais.

Por fim, só queria dizer que, por mim, Olaf poderia recontar todas as histórias do mundo Disney do jeito dele que eu com certeza iria assistir e reassistir até memorizar as falas. Como sempre ele foi perfeito em tudo que se propõe e, inclusive, me deixou com vontade até de rever as histórias originais – e todas estão disponíveis no Disney Plus.

Para mais aventuras de Olaf, deixo aqui como sugestão Era Uma Vez Um Boneco de Neve, que mostra o que aconteceu com ele ao ser criado por Elsa; Olaf em Uma Nova Aventura Congelante, um curta de Natal; Frozen: Febre Congelante, um curta sobre o aniversário de Anna onde Elsa pega um resfriado e sempre que espirra aparecem bonequinhos de neve; e Em Casa com o Olaf, uma série de clipes curtinhos que vai te dar um abraço quentinho.

Nota: 10/10
Onde assistir? Disney Plus.
Kássia Paz
Kássia Paz

Para saber mais sobre o/a autor/a, acesse a aba "Quem Somos".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilha sua opinião! ♥

Autoria de Clube do Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.