LISTA: 3 motivos para você começar hoje a assistir This Is Us

(Foto: Divulgação/Star+)

A sexta e última temporada de This Is Us estreou hoje no Star+. A série que acompanha a família Pearson em três linhas temporais diferentes é uma das mais aclamadas dos últimos tempos e chega ao fim com glória, depois de seis anos bem-sucedidos, responsáveis por somar diversas estatuetas durante as temporadas de premiações de lá para cá. This Is Us nos proporciona diversos momentos de reflexão, alegrias e aquela boa e velha sensação de lar e, se você ainda não conhece a série ou ainda está na dúvida se deve ou não começar a assistir, trago-lhe informações que, prometo, vão sanar todos os questionamentos e te levar a dar o play nessa produção incrível. Already?

This Is Us começa apresentando o nascimento dos “Big Three”, os três irmãos Pearson – dois gêmeos e um terceiro que nasceu no mesmo dia que eles e foi adotado pela família. A partir daí, acompanhamos o presente, em que os três já estão adultos e bem estabelecidos na vida; o passado, desde flashes do momento que os pais Pearson se conheceram até toda a infância e adolescência dos irmãos; e em algumas temporadas temos contextos do futuro, que estão diretamente ligados aos fatos que acompanhamos em tempo real. Apesar de soar confuso, a série tem uma ótima fluidez e a narrativa é bem coerente, sem deixar pontas soltas à toa. É por isso que essa lista vai te apresentar 3 razões para você dar uma chance agora para a série:

1- A série reúne vários gêneros dentro de si. 

Com a história da família Pearson, ela consegue abraçar a comédia, o drama, o mistério e o romance, em doses que possuem a medida exata para cativar e prender o telespectador, gerando empatia e curiosidade ao longo dos episódios. Inclusive, talvez o principal ingrediente de toda essa mescla seja o personagem Jack Pearson, o patriarca da família, interpretado pelo Milo Ventimiglia – o eterno Jess Mariano, um dos namorados da Rory Gilmore, para a geração Gilmore Girls.

2- This Is Us é sobre família e também é sobre você.

Como citado no tópico anterior, a diversidade de estilos que a série consegue abraçar nas narrativas faz com que o telespectador se identifique e também se sinta representado. É a partir disso que This Is Us consegue prender você enquanto assiste, trazendo contextos presentes em todas as famílias - ou na maioria delas - sejam as dores ou as delícias dessa convivência familiar, mas elas estão lá. Os Pearsons brigam entre si, mas também se apoiam incondicionalmente. Eles tratam sobre respeito, sobre perdão, sobre as desavenças, mas sobre deixar o orgulho de lado para estar ali quando o outro precisa. Sobre diálogo, principalmente.

3- Representatividade importa, ora pois.

E por último, mas – definitivamente – não menos importante, a representatividade presente na série é um dos pontos altos dela. O personagem de Randall Pearson, o “gêmeo adotado”, é interpretado por Sterling K Brown, que também está em Pantera Negra e Marshall, e é a figura de onde vai partir todos os debates sobre racismo e negritude. Na quinta temporada, o debate racial ganha mais força tanto no contexto da família Pearson, quanto na série em geral, ao abordar a pandemia da covid-19 e também os protestos do Black Lives Matter.

Onde assistir? Para não ter mais desculpas para não maratonar, ainda te digo que cinco, das seis, temporadas de This Is Us estão disponíveis no Prime Video (a sexta deve entrar ainda esse ano por lá) e as seis temporadas completas estão no Star+.

Beatriz de Alcântara
Beatriz de Alcântara

Para saber mais sobre o/a autor/a, acesse a aba "Quem Somos".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilha sua opinião! ♥

Autoria de Clube do Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.