IH! ESQUECEU? Confira o resumo das três temporadas anteriores de Stranger Things!


(Foto: Divulgação/Netflix)

Após dois anos de uma espera incansável, finalmente veio aí para os fãs do mundo invertido. A quarta temporada de Stranger Things estreia nesta próxima sexta-feira e traz de volta nosso grupo de amigos de Hawkins em mais uma missão, ainda mais complicada, depois da doce ilusão de um verão tranquilo.

Mas, como eu disse ali em cima, foram dois anos entre uma temporada e outra, avalie se existe memória que lembre de todos os detalhes importantes para essa reestreia da série. Pensando nisso, eu trouxe os principais pontos das temporadas um, dois e três nesse mega resumo para deixar todo mundo com Stranger Things na ponta da língua! Bora?

1ª temporada


(Foto: Divulgação/Netflix)

Stranger Things foi anunciada em 2015 e estreou cerca de um ano depois como um produto original da Netflix. A primeira temporada girou em torno do sumiço misterioso de Will Byers, interpretado por Noah Schnapp. Com o mistério instaurado na cidade de Hawkins, em 1983, acompanhamos o drama de Joyce Byers (Winona Ryder) na tentativa de descobrir o paradeiro do seu filho junto ao xerife Hopper (David Harbour).

Ao mesmo tempo, conhecemos a Eleven (Millie Bobby Brown), uma garota com poderes telecinéticos que é acolhida por Mike Wheeler (Finn Wolfhard). Eleven fugiu do Laboratório Nacional de Hawkins, local que realiza pesquisas para o Departamento de Energia dos Estados Unidos e se apresenta como um lugar sinistro, com experimentos bizarros, paranormais e sobrenaturais em seres humanos.

É nessa primeira temporada que descobrimos o Mundo Invertido, local onde Will está preso, e que foi aberto depois dos testes realizados na Eleven. Barb (Shannon Purser) também some e vai parar no MI, mas ela tem um final mais trágico do que Will.

No fim da temporada, temos a Eleven em uma batalha com o Demogorgon, criatura que conhecemos também nesses episódios iniciais, e sumindo. Sabemos que ela não morreu, mas o mistério de para onde ela foi ficou no ar. Ainda no encerramento do primeiro ano, temos o Will de volta, mas com sequelas do período em que ficou “possuído” no Mundo Invertido.

No núcleo mais “leve”, temos o trisal entre Nancy (Natalia Dyer), Steve (Joe Keery) e Jonathan (Charlie Heaton). Além disso, tratando-se de romance, temos o desenvolvimento sutil do amor jovem entre Eleven e Mike.

2ª temporada

(Foto: Divulgação/Netflix)

O primeiro ano de Stranger Things se passa em novembro de 1983, já o segundo ano é ambientado em outubro do ano seguinte. A segunda temporada da série estreou em 2017 e trouxe as consequências do período em que Will ficou no Mundo Invertido. Com pesadelos e claras influências de criaturas que moram no MI, Will precisa de ajuda para fechar o portal e derrotar o Devorador de Mentes.

É também nessa temporada que duas figuras importantes chegam à Hawkins, os irmãos Maxine e Billy, interpretados por Sadie Sink e Dacre Montgomery, respectivamente. A Max se junta à Dustin (Gaten Matarazzo), Mike, Lucas (Caleb MacLaughin) e o próprio Will na busca por Eleven, antes de descobrirmos que ela estava aos cuidados do xerife Hopper.

O final da série traz aquela ilusão de que tudo se resolveu, mas vemos o Devorador observando a escola do outro lado, no Mundo Invertido. Ah, outro ponto importante é que nessa temporada temos a referência à Eight e também à mãe da Eleven.

3ª temporada

(Foto: Divulgação/Netflix)

Por fim, o último ano que tivemos contato com Stranger Things trouxe mais drama, mistério e poucas respostas. Com estreia em 2019, o tempo na série está em julho de 1985. O cenário dessa terceira temporada se ambienta no contexto da Guerra Fria, com os atritos entre a Rússia e os Estados Unidos.

As crianças passam agora pelo período de puberdade e adolescência, com os romances e amizades sofrendo os reflexos dessas mudanças. A abertura do shopping Starcourt Mall é um dos principais atrativos da cidade nesse novo ano. Contudo, um laboratório secreto soviético está instalado no subsolo do shopping e eles trabalham para abrir novamente a porta de entrada para o Mundo Invertido, o que possibilitaria as entidades possuírem todos em Hawkins.

Aqui temos também uma aproximação entre Hopper e a Joyce, além da preocupação do xerife com o relacionamento entre Eleven e Mike. O namoro dos dois também causa discussões entre os amigos, principalmente Will, visto que o garoto sente-se abandonado. Lucas e Max também engatam um romance e o Dustin vive as experiências de um acampamento – e amamos a relação que ele desenvolve com o Steve desde a segunda temporada.

Nesse terceiro ano temos também a adição da Robin e da Erica, irmã do Lucas. O Billy, irmão da Max, se porta como “fio condutor” do antagonismo, sendo possuído pelo Devorador de Mentes e atuando como seu porta-voz no mundo que conhecemos. O objetivo do Devorador é possuir a Eleven e tomar para si os poderes telecinéticos da jovem.

No final da temporada, temos o Hopper em uma luta para impedir a abertura do portal e ele “explode” na tela (é engolido pela máquina), sumindo. Claro que, como somos fiéis à teoria de que se não tem corpo, não morreu, Stranger Things só confirmou isso com a aparição do nosso xerife amado nas imagens da quarta temporada – mas que susto, hein?!

4ª temporada

(Foto: Divulgação/Netflix)

O que sabemos até o momento sobre a quarta temporada – considerando que eu que vos escrevo NÃO assisti aos oito minutos iniciais do primeiro episódio – envolve mais contexto de Guerra Fria com União Soviética versus Estados Unidos, isso inclui um Hopper lá na Rússia, e mais monstros do Mundo Invertido.

Os boatos são de que essa temporada será a mais sombria de todas e com a guerra mais trabalhada, complexa e na tentativa de ser definitiva, pois o objetivo é fechar de vez esse portal e ligação com o Mundo Invertido. Mas, ainda temos muitas perguntas, como em relação ao passado da Eleven, a história da Eight, se há outros laboratórios, aquele babado de “papai” com o pesquisador que perseguia a Eleven e tantas outras questões.

Saiba mais: Os anos 80 e todo meu amor por Stranger Things #Aterrorizadan

Ansiedade está a mil, mas agora me sinto até mais preparada para a maratona. A gente se vê aqui na próxima semana para debater mais sobre a primeira parte da quarta temporada de ST. Lembrando que, sim, a temporada será dividida em duas partes: uma que estreia dia 27 de maio e outra que chega na plataforma da Netflix no dia 2 de julho. Teremos um episódio no podcast, aguardem!

Até lá, bora por uma playlist e um lookinho oitentista, porque a nossa sériezinha está de volta!
Beatriz de Alcântara
Beatriz de Alcântara

Para saber mais sobre o/a autor/a, acesse a aba "Quem Somos".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilha sua opinião! ♥

Autoria de Clube do Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.