LISTA: 8 easter eggs de Game of Thrones em House of the Dragon


(Foto: Divulgação/HBO Max)

A série A Casa do Dragão, traduzida do inglês House of the Dragon, é o spin-off prequel do sucesso Game of Thrones, da HBO Max, ambos baseados nas obras literárias de George R. R. Martin. A produção, que passa cerca de 200 anos antes dos eventos da série original e deve contar a ascensão e queda dos Targaryens, estreou no último domingo, dia 21, – com uma audiência de quase dez milhões de espectadores, diga-se de passagem – e aqueceu o coração dos fãs com algumas referências e easter eggs. Se você não pegou todos, listei alguns que não passaram despercebidos e que fizeram alguns dos fãs de GoT darem gritinhos para a tela da TV.

1. O sonho de Aegon Targaryen, o Conquistador

Aegon I é talvez o Targaryen mais famoso de todos os tempos, considerado o conquistador de Westeros. No primeiro episódio há uma referência a ele e a essa conquista, visto que ela esteve atrelada a um sonho que profetizava o fim dos tempos. O rei Viserys I conta para sua herdeira Rhaenyra que a profecia era passada de geração em geração aos membros da família, relatando que o fim do mundo dos homens viria a partir de um grande inverno que chegaria pelo Norte.

A fim de evitar a tragédia, o sonho revelava que um Targaryen deveria ocupar o Trono de Ferro durante esse período. Essa profecia recebeu o nome de “A Canção de Gelo e Fogo” e faz uma referência ao “winter is coming” e aos Caminhantes Brancos e o Rei da Noite.

2. Balerion

No começo de Game of Thrones sabemos que os dragões foram extintos – o que foi responsável também pela queda dos Targaryens. No castelo em Porto Real podemos ver o crânio de Balerion. Este foi o último e o maior dragão da família Targaryen, o rei Aegon I estava montado sob ele quando conquistou Westeros e o rei Viserys I foi o último cavaleiro dele. Por conta disso, em House of The Dragon vemos o crânio de Balerion em uma espécie de altar, repleto de velas, formando um ambiente muito especial.

3. Dracarys

Esse aqui acho que foi um dos meus momentos preferidos do primeiro episódio, justamente pela lembrança à cena do “Dracarys” na libertação dos Imaculados em Game of Thrones. Acho que mais do que uma referência, foi um belo de um fan service e funcionou. Na cena em A Casa do Dragão vemos Rhaenyra dando o comando para que o dragão de sua família queime os corpos de sua mãe e seu irmão, seguindo a tradição dos Targaryen de serem cremados. Foram vários os momentos que Daenerys proferiu “dracarys” em GoT, mas a libertação dos Imaculados e a morte da Missandei são duas referências icônicas.

4. A adaga de Catspaw

No primeiro episódio de HOTD podemos ver o rei Viserys I carregando uma adaga de aço valiriano com osso de dragão. Descobrimos em GoT que o nome da arma é adaga de Catspaw e foi utilizada em, pelo menos, dois momentos marcantes: na tentativa de assassinato de Bran Stark e, anos depois, por Arya Stark para matar o Rei da Noite.

5. Os Mantos Dourados

A gente conhece os Mantos Dourados, forma como são conhecidos os soldados da Patrulha da Cidade de Porto Real, ainda em Game of Thrones, mas em House of The Dragon descobrimos como eles surgiram. A patrulha foi criação de Daemon Targaryen, interpretado por Matt Smith, que é irmão do rei Viserys e ficou responsável por comandar a segurança da capital dos Sete Reinos.

6. As demais casas de GoT

Apesar de HOTD ter como foco a família Targaryen, no primeiro episódio temos menções a antepassados de outras grandes casas já conhecidas do público por conta de Game of Thrones, como a apresentação de Boremund Baratheon e Rickon Stark – que deu o nome ao caçula de Ned Stark em GoT.

7. O Trono de Ferro

Esse já era de se esperar que aparecesse, afinal, está diretamente ligado à conquista de Westeros pelos Targaryens. Contudo, em GoT, uma das reclamações dos fãs é de que o tamanho dele não parecia proporcional ao descrito por Martin em seus livros. Já em A Casa do Dragão, parece que o trono é maior e mais imponente, tal qual esperava-se dele.

8. A música final

A Casa do Dragão ainda não tem (e não sabemos se terá) uma abertura como vimos em Game of Thrones, mas a produção deu um jeito de referenciar os fãs ao utilizar a música de abertura de GoT no encerramento do primeiro episódio de HOTD. Se já estávamos impactados com tudo que vimos e ouvimos, essa referência foi a cereja do bolo do encantamento.

Agora só nos resta esperar, domingo após domingo, pelo desenrolar dessa trama – na torcida, ou não tanto assim, por mais referências e easter eggs! Ao todo, serão 10 episódios.

Beatriz de Alcântara
Beatriz de Alcântara

Para saber mais sobre o/a autor/a, acesse a aba "Quem Somos".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilha sua opinião! ♥

Autoria de Clube do Café da Manhã. Tecnologia do Blogger.